quinta-feira, 19 de junho de 2008

- carta ao coração -


O amor não vem pronto... o amor, a gente cria, constrói, fomenta... mas também não há nenhuma fórmula ou receita que nos ensine a fazer isso. O amor é como a digital ... cada um tem a sua ... assim como cada um tem o seu jeito de amar... e esse jeito de amar está atrelado ao que nós somos, ao nosso comportamento, à nossa história de vida. E aí, caro Coração, é que vem o grande desafio... é quando você resolve juntar o seu amor com o amor de outro Coração ... quando resolve unir o seu amar com um outro amar. E esse desafio se chama Relacionamento...e pra isso até podemos dizer que existe uma receita... mas uma receita sem "modo de fazer"... uma receita apenas com os "ingredientes"... ingredientes como a compreensão, respeito (pelo outro e por você), lealdade, sinceridade e outras coisas que vão "dar a liga" do Relacionamento... no entanto, existe um ingrediente que muitas vezes acabamos deixando de fora ... e deixamos porque talvez, de forma errônea, nos remeta a algo negativo. Eu tô falando, Coração, do "sacrifício" [ Ato de abnegação, inspirado por um veemente sentimento de amizade ou de amor ]... é preciso sacrifício sim... mas o sacrifício que significa desprendimento, altruísmo... o oposto do egoísmo. Porque esse sacrifício, faz com que a gente se sinta bem, recompensado. É uma espécie de investimento que solidifica o Relacionamento. Mas se pra você, o sacrifício significa auto-tortura... aí amigo Coração, a sua receita ja desandou.
[... não sei porque
Se eu não perdi nenhum detalhe
Onde foi que eu errei?
Ainda encontro a fórmula do amor ...]
Leoni - Leo Jaime

7 comentários:

Tudo ou nada ... disse...

O amor é facil de controlar, dificil é relacionamento rs
Abração meu querido

Ludmila Prado disse...

o amor está dentro de nós, e encontra-lo é nosso maior desafio aqui, não podemos nunca é desistir de encontra-lo e quando encontra-lo, não desistir dele, devemos cuidar e lembrar sempre que devemos amar todos, e concordo quanto ao sacrifiio. porque sem dor não há ganho, da-se sem intenção de receber, é assim que se coração se encherá de coisas boas.

beijos

:: Daniel :: disse...

Todo sacrifício exige retorno -- é assim nas religiões ancestrais.

Sacrficar-se é doar aquilo que você talvez nem tenha para dar, mas se vira, arruma um jeito e parte. ´

Qual força motiva isso? É uma das minhas perguntas hoje...

M.Cesar disse...

Nossa, que bom ter vcs de volta ao blog!!! Abraços e beijos

Daniel..eu acho que de todo sacrifício se espera um retorno...talvez exigir acaba se tornando uma cobrança onde o retorno não vem como esperado... e quando o retorno não vem..ai se coloca as coisas na balança e vê se é sacrifício ou a tal da auto-tortura...mas isso são só opiniões de um bobo!! hehhee

Maria Flor disse...

Sacrifício. Que palavra difícil de ser compreendida, mas acho que a modernidade nos deixa assim, meio práticos demais e basta desandar um pouquinho que esquecemos do sentimento, do vivido, do que foi compartilhado e entramos de novo no mercado, em busca daquilo que não acreditamos ter encontrado... belo texto!


beijocas!

Ludmila Prado disse...

ta sumido porque

R Lima disse...

Fala de amor.. diria eu.. é lúdico e imaginativo, e por vezes.. doloroso.

Abçs,



Texto de hoje: aMor...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...